Eventos Realizados: Ano 2002

Fevereiro | Março | Abril | Maio/Junho | Agosto | Outubro | Dezembro

Organização a cargo dos Coordenadores Nacionais da PF em Portugal
e Departamentos PFI-PT

Eventos apenas direccionados a filiados PFI-Portugal

Fevereiro

WITCHCRAFT

“O Credo das Bruxas” – ARADIA
Por HPs. Lilith

 

Março

PAGAN PARENTING

Dança e Roda Xamânica em antigo local Sagrado
Por Círculo Lunar da Lusitânia e Membros PFI-Portugal

Abril

FESTIVAL PAGÃO “DIA DA TERRA”

Comemoração Celta ao ar livre, este ano o Festival foi dedicado aos Deuses Caillach e Kernunnos.
Por Círculo Lunar da Lusitânia

Dia da Terra 2002

No dia 21 de Abril, em todo o mundo, a comunidade pagã celebra o Dia da Terra.

Em Portugal, estava um Domingo soalheiro, mais quente que o habitual para esta época do ano, mas o Sol não quis deixar de abraçar e abençoar com os seus raios a nossa celebração.

Foi em plena Serra da Arrábida, uma das zonas naturais protegidas e livres de poluição e destruição, que parte da comunidade pagã portuguesa se reuniu para celebrar a Grande Mãe Terra, de onde todas as coisas nascem e aonde, no seu devido tempo, regressam.

Durante a caminhada, todos nós tinhamos uma única vontade – estarmos juntos e sermos livres para elevarmos bem alto a nossa voz, para que toda a Natureza, os nossos ancestrais e os Deuses que amamos, nos abençoassem e unissem no sentido de, cada vez mais, sermos um só pulsar de coração, para lutarmos com coragem e determinação por aquilo que amamos.

No local destinado à cerimonia esperavam-nos, entre outros pagãos e sacerdotes, a Sumo Sacerdotisa Lilith e o Sumo Sacerdote Thorg. Depois de um breve ‘salvé’ de encontro deu-se início à celebração. O grupo foi dividido em atalaias com as suas respectivas cores, referentes aos quadrantes Norte, Sul, Este e Oeste. Fomos purificados pelo sacerdote Gil-Herne e colocados no respectivo local do círculo pelo Sumo Sacerdote, após o que a Sumo Sacerdotisa procedeu à evocação dos Deuses.

Neste dia foram celebrados Cernunnos, o Grande Pai, Deus da Natureza e da vegetação, da fertilidade e virilidade; e Cerridwen a Grande Mãe, Deusa dos ciclos da Natureza e da Lua, da fecundidade e fertilidade – ambos da Tradição Celta.

Terminada a Celebração, confraternizámos com uma ligeira refeição após a qual, alguns de nós participaram alegremente em jogos engraçados que foram motivo para um agradável convívio que durou até ao anoitecer.

Rosa, Rosário e Primavera
Pagãs Neoclássicas Mi Dea

MAIO E JUNHO

Reuniões Departamentos PFI-Portugal
PFI-PORTUGAL

Agosto

Celebração de LUGHNASAD – O Festival das Colheitas

Palestra sobre a Evolução do DRUIDISMO.
Celebração Pagã Druídica, dedicada aos Deuses Lugh e Tailtiu.
Por Oakmer e Rosa Villa com o apoio dos NC’s

Outubro

Conferencia e Encontro da PFI – PORTUGAL

HinoaTrebarona

O Encontro Pagão Anual da PF

Evento anual para membros e simpatizantes do Paganismo

EXPOSIÇÃO DOS OBJECTOS MÁGICOS DE DOREEN VALIENTE E GERALD GARDNER

Convidado especial – Hp. John Belham-Payne
Por Staff da PFI – PORTUGAL

Palestra John

Hi Isobel,
… “I am happy to bring with me both Doreen Valiente’s and Gerald Gardner’s Books of Shadows but they are very delicate (they are very old now) and we try to keep them in proper museum conditions. They are after all the two most important documents in Wicca. I would also bring with me some of the items made by Gerald Gardner for Doreen’s third degree initiation and the crowns used by them in some of their rituals. I could also bring with me and display Doreen Valiente’s full Alter. I have never done this before for anyone.

John

Anuncio da Conferência PFI 2002

Jump to english translation

“Convidamos a todos os Adoradores dos Antigos, que se encontrem com outros pagãos de váriasTradições numa tarde de Outuno. Este ano temos a honra de apresentar um dos mais antigos Membro da Pagan Federation, e último Sumo Sacerdote de Doreen Valiente.

Pela primeira vez, mundialmente, será exibido em Exposição as Ferramentas de Trabalho ritual de Doreen Valiente e …. o Livro de Sombras de Gerald Gardner.
A Wicca da “velha guarda” estará em Portugal e coube-nos a honra de sermos o primeiro país a exibir esta Exposição, pois aqui também foram Iniciados os ultimos da linhagem Gardneriana. HPs Lilith e HP John Belhayn Paynne não só explicarão os objectos como haverá conferencia sobre a Wicca dos “old days..”.

E claro, mais temas: as Tradições Pagãs, animação e sessão autografos do livro que estava para editar aquando da Passagem de Doreen Valiente, As nossas Saudações aos visitantes PFI europeus.”

E Como foi?

IVº ENCONTRO ANUAL DE PAGANISMO EM PORTUGAL

BELEZA E ESPÍRITO

12 de Outubro de 2002, 14 horas. O Teatro Mala-posta está repleto de actividade: fazem-se os últimos preparativos para receber o público do 4º Encontro Anual de Paganismo em Portugal.

A assistência começa a chegar por volta das 15 horas … reatam-se velhos e travam-se novos conhecimentos em redor das bancas da PFI-Portugal e de Guida, uma artista pagã que traz consigo algumas criações harmoniosas e belas.

O tema de abertura é o paganismo urbano. A Coordenadora Nacional Isobel Andrade, insta a que os interessados em seguir o paganismo, mesmo no seio de grandes cidades …

Zé Afonso, seguidor da Tradição do Norte, fala de realidade e de fantasia, descartando desde logo todos os estereótipos romanceados relativos às Gentes, Deuses e Mitos do Norte…. é importante considerar a comunidade no seu sentido mais pleno para que possa existir uma maior responsabilidade por parte de todos aqueles que a ela pertencem- e só assim se conseguirá usufruir plenamente a liberdade.

AltarDoreenCerca das 16h20m é apresentada a exposição dos instrumentos de Doreen Valiente. A simpatia e o humor de John Belham Payne, a quem cabe a conservação e preservação dos instrumentos, contagiam a assistência. Payne convida os interessados a partir à descoberta dos hábitos ancestrais da própria região em que nasceram/vivem. Por outro lado, frisa a importância de recuperar os objectos antigos que possam contribuir para a reconstituição histórica do percurso do paganismo. Também a antiguidade e beleza dos objectos suscitam curiosidades e servem de pretexto para trocar impressões, pequenos episódios sugestivos e até algumas palavras sábias.

Cerca de uma hora mais tarde, as pessoas assistem à projecção de alguns slides sobre épocas festivas do paganismo em variadas Tradições. Os slides acentuam o aspecto comunitário e estético do paganismo, embora o espírito da assistência esteja disperso entre a exposição anterior e o bloco seguinte.

É num silêncio expectante que José Ferreira, nosso Coordenador Nacional da PFI em Portugal, introduz o tema da Tradição Ibérica, honrando publicamente as mulheres sábias que o despertaram para os mistérios de antanho na juventude… Segue-se a saudação a Trebaruna, Deusa ibérica das batalhas e das alianças… Gil-Herne e a chama da Deusa dançam em uníssono ao som dos adufes e das vozes das mulheres misteriosamente encobertas que assim saúdam Trebarunae… apenas a face da Feiticeira Evocando o espírito antigo pelo fogo é visível entre essas mulheres, e é com a música ancestral e com a imagem do guerreiro honrando a sua Deusa e da forte evocação de Lilith, que esta conferência finda.

Sara Timóteo

IV Annual Pagan Meeting in Portugal

(English)
Beauty and Spirit

12th October 2002, 14 o’clock. The Malaposta Theatre is being prepared to receive those who will attend the 4th Annual Pagan Meeting here in Portugal. 15 on the clock and as the public wait, people meet acquaintances of new and old.

Isobel Andrade, our NC, starts the meeting by developing the theme of urban Paganism and the pagan evolution since old times to actuality. She encourages the use of judgement to distinguish reality from fantasy as ritual proceedings are taken.

Zé Afonso, also broaches the subject of “fantasy” and “reality” in the context of the North Tradition, refusing all romantic stereotypes about Northern People, Gods and Myths. He believes that the sense of community put on a broader perspective will lead people through responsability towards a greater freedom.

johnAt 16h20m, John Belham Payne charms us all through his good humour. He is the one responsible for safe-keeping Doreen Valienteエs paraphernalia, which is now displayed much for the delight of those who enjoy both antiquity and beauty. Payne also invites those who are interested to (re) discover the old ways of their own place of living/birth, emphasizing the importance of preserving all objects found (namely in antiquity/ old curiosity shops) which can somehow help to (re) trace the historic evolution of paganism through times.

One hour later, some slides show us both the communitarian and the aesthetic aspects of Paganism, all pictures of portuguese rituals and festivals.

Finally, José Ferreira, our NC, introduces the theme of Iberian Tradition by thanking all the wise women who awakened him to the old mysteries on his days of youth… then Trebaruna, Iberian Goddess of battles and strategic alliances, is honoured through a ritual dance performed by Gil-Herne to the sound of traditional percussion instruments and feminine voices… and the warrior dancing around the old fire which was put old by the only woman whose face we could see (the sorceress), along with the music and the beautiful voices, are the things that persist on our spirit once the meeting is over.

Sara Timoteo

Dezembro

WICCA, WITHCRAFT E NEO-PAGANISMO

Por HPs Lilith

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: