Eventos Realizados: Ano 2003

Janeiro | Abril | Maio | Julho | Agosto

Setembro | Outubro | Novembro | Dezembro

Organização a cargo dos Coordenadores Nacionais da PF em Portugal
e Departamentos PFI-PT

Eventos apenas direccionados a filiados PFI-Portugal

JANEIRO

TRADIÇÃO NÓRDICA

Apresentação, palestra e esclarecimentos.

starAlto

ABRIL

FESTIVAL PAGÃO DO DIA DA TERRA

Celebração Pagãno campo, pelo Departamento NORTHERN TRADITION

English

DIA DA TERRA
EARTH DAY – PAGAN FESTIVAL
PORTUGAL

FESTIVAL PAGÃO CELEBRADO NO MUNDO INTEIRO,
POR FEITICEIROS, WICCANS, DRUIDAS,
XAMÃS E TRADIÇÕES DO NORTE…

Neste dia, Pagãos de todo o mundo unem-se para um dia prático, trabalhando em habitat selvagens, ou limpando áreas campestres, ou jardins ou praias, ou plantando árvores em zonas desprovidas ou desgastadas.
Um sentimento de respeito e amor pela Terra – esta Celebração é o elo comum que une Pagãos das várias Tradições. Tudo culminando num período de dedicação e meditação em prol da Terra aonde vivemos, A qual nos sustenta e nutre …

“Possam as nossas vidas ser uma constante celebração,
E em cada novo dia,
despertamos o melhor que está dentro de todos nós.”
Isobel Andrade

A PFI-PORTUGAL realiza anualmente Festival Pagão do
DIA DA TERRA

A PFI-Portugal apoia o Paganismo


PAGAN FESTIVAL CELEBRATED IN THE WHOLE WORLD

22 April

On this day, Pagans of the whole world unite for a practical day, working in the wilderness, cleaning green areas, gardens and beaches, planting trees in deforested or dying areas.
A feeling of respect and love by the Earth – this Celebration is the common bond that unites Pagans of various Traditions. Everything culminating in a moment of dedication and meditation for the Earth were we live. She which sustain us and nourishes us…

“May our lives be a constant celebration,
And in each new day,
Awake the very best inside of us all.”
Isobel Andrade

EARTH’S DAY PAGAN FESTIVAL

PFI – PORTUGAL CELEBRATES THE EARTH’S DAY

 

FESTIVAL PAGÃO JUVENIL

Celebração Pagãna floresta.

 

CirclePaganParentsChildrenPFIPortugal03

 

Os Elementos e os Quadrantes. Os ciclos da Natureza. Cânticos e como rodar em Círculo. Saudamos Os Antigos.

Introdução básica do Paganismo às Crianças e Teens pagãos, filhos dos nossos Membros.

As crianças e jovens de menor idade tem de estar acompanhadas de pais filiados, não aceitamos tios, primos ou outro representante.

Reservado a Filiados PFI-Portugal.

FestivalTeen03

 

Área PAGANISMO JUVENIL PFI – Portugal

Coordenadora Nacional da Federação Pagã
Isobel Andrade

 

MAIO

DRUIDISMO

Apresentação, palestra e esclarecimentos.

Tardes Pagãs

Uma Introdução ao Paganismo, Surpresa nos temas a apresentar…

JULHO

Reunião de departamentos PFI-Portugal

 

AGOSTO

DRUIDISMO

Celebração Lughnasad Festival Colheitas.

EquipaPangeiaLL2003
Passeio a pépela Serra, Jogos sagrados e … muitas surpresas.

CELEBRAÇÃO DAS COLHEITAS PROMOVIDA PELA PFI- PORTUGAL

AGOSTO 2003

Escrito, enviado por nova Associada, inscrita em Julho:

Lughnasadh

E, se vos propusessem passar a barreira do quotidiano, recuando no tempo até uma das mais antigas cerimónias??? – E, se, ao fim de anos a ler e a sonhar com os antigos, vos dissessem – Entra??? – Tudo isto me foi proporcionado…

Num domingo de sol abrasador, numa serra paradisíaca como é a Arrábida, um pequeno grupo de “jovens“ de espírito inigualável, juntou-se para celebrar o Lughnasadh – o 1º Festival das Colheitas. Numa comemoração que se quis druídica e numa clareira enaltecida por um enorme pinheiro, honrou-se a Lugh, divindade céltica, e a sua madrasta Tailtiu, cuja morte deu origem a uma das mais belas lendas…
Precedido de uma caminhada de purificação e introspecção, em que cada um teve a oportunidade de se libertar do dia a dia, e a cada passo dado em frente a aproximação ao divino, do antigo, de valores perdidos, e, a cada respirar um envolver mágico. A percepção do azul do céu, o cheiro da terra e o seu magnetismo, levou a que chegados ao local, cada um estivesse envolto num véu de misticismo próprio…
E, deu-se início à cerimónia. Purificaram-se os espíritos, foram apresentadas as Divindades, agraciaram-se os Deuses e voltou-se no tempo, alimentou-se a Terra, saciou-se a sua sede… Depois; depois foi tempo de regressar ao nosso tempo, cada um de nós com algo de puro na alma…
Alimentados física e espiritualmente, demos início às festividades inerentes a este dia – com jogos, e poesia… e risos, muitos risos… numa área protegida do tempo e, com pessoas envolvidas noutro tempo…

Mas, depois, foi preciso regressar, dissipar qualquer réstia de magia, e voltar a respirar a poluição do quotidiano… regresso em conversas alegres, sem dúvida ricas de teor…mas ainda assim, tristes, por nos revelarem um fim próximo, em que cada um de nós teve de voltar, onde se teve de dizer adeus…

Eilhanta

saudacao_lugh

SETEMBRO

FESTIVAL JUVENIL PAGÃO

Celebração da ida do Sol, por jovens familiares dos membros PFI. Panteísmo

FestivalTeenAltar2003

Festival Pagão Juvenil de 2003

O Sol, a Terra e os Homens dançam com alegria

À chegada somos saudados pelo cheirinho a eucaliptos e a terra sã. Apressamos o almoço para celebrarmos antes que o declínio do Sol dê lugar à obscuridade.

Os Elementos, o Sol e a Terra são explicados e saudados. As crianças transmitem alegria de uma qualidade que apenas se pode definir como irrequieta e sede de aprender. Jovens e adultos concentram-se na antiguidade das pedras.

A vivacidade de cheiros, cores, sons e sabores convida à dança. Dançando, cantando e tocando esquecem-se todos os percalços enquanto se repetem gestos milenares de saudação, reconhecimento e despedida…
Saúdam-se ainda os Ancestrais cujo nome não consta dos livros de História mas cuja memória não é esquecida . Depois todos comem, bebem, conversam e brincam. Neste dia, Céus e Terra reencontraram-se em harmonia.

Membro PFI- Portugal
Sara Timóteo

CIRCULODEOUTONO

FestivalTeenADEUSAOSOL2003

OUTUBRO

V ENCONTRO ANUAL DE PAGANISMO

A Conferencia Anual da Pagan Federation Portugal, aberta ao publico interessado.

Anúncio V Encontro Anual Paganismo 2003

A Pagan Federation em Portugal realizará mais um Encontro Anual, em Outubro, em Lisboa.
Este ano como convidada especial, teremos a presença de MARIAN GREEN, uma reconhecida autora inglesa, com vários livros editados em Magia Ritualística e Desenvolvimento pessoal.

Haverá uma palestra da S.Sacerdotisa Lilith dedicada aos Deuses Gauleses , e numa simples mas dedicada Libação a Belisanna saudaremos a partida da Deusa no Outono… E claro, mais surpresas com oradores portugueses, todos pagãos.

Teremos também a presença dos DRIADE dois músicos portugueses que interpretam temas de inspiração celta, nórdica e medieval. Acabaremos esta tarde pagã ao som dos Dríade..

Este ano o Paganismo Celta está em festa!

CONF2003_25

E, como foi?

Foi por entre chuva e ventos fortes que, na bonita área ribeirinha de Lisboa conhecida como as “Docas”, ocorreu o tão desejado Encontro Anual promovido pelo ramo português da Pagan Federation (PF). Embora ainda estejamos de certa forma longe de conseguir promover um evento com uma presença maciça de pessoas como acontece em países como o Reino Unido , o espaço conseguido depressa demonstrou ser pequeno para acomodar todos aqueles que quiseram estar presentes no encontro. Tal facto pode ser encarado como um franco desenvolvimento do interesse do povo português no que respeita ao paganismo, já que menos de três décadas passaram desde a queda do Estado Novo onde o catolicismo era a religião oficial e inquestionável.

Porém, e embora muito possa ser feito hoje em dia em Portugal no que toca ao paganismo, muitos ainda são aqueles que nos consideram um grupo de satânicos esquizofrénicos que matam gatos pretos à meia-noite nos cemitérios e que adoram altares sangrentos no meio de encruzilhadas… Há uma crescente abertura de espírito e uma solidificação dos direitos da liberdade de expressão e de religião, que puderam ser comprovados pela abundância de não-filiados presentes no encontro de entre os quais vários foram trazidos por amigos já membros da PF, enquanto que outros vieram porque ouviram falar da conferência e estavam lá por pura curiosidade.

Perto das 15:30, HPs Lilith deu o início dos trabalhos previstos no encontro. Assim, e durante cerca de quinze minutos, Lilith deu alguma informação sobre o evento e a PF enquanto organismo responsável pela idealização e concretização desse mesmo evento.

Pouco depois, a palavra foi dada à Sr.ª Villa, uma conhecida actriz portuguesa que encontrou o seu caminho nos caminhos da velha religião assim como nos da craft. Em Portugal é ainda necessária uma grande dose de coragem para que uma figura pública admita ser uma bruxa solitária, falando ainda e para mais das suas experiências enquanto tal. Abençoada seja, pela sua coragem e exemplo! Ela falou dos diferentes aspectos na sua vida que sofreram profundas alterações impulsionadas pela sua descoberta do paganismo, principalmente no que tocava à sua vida enquanto actriz, mãe e mulher. No seu todo, foi uma oratória profundamente interessante que foi seguida com especial atenção pela audiência. Assim que ela falou a última palavra do seu discurso, todos os presentes aplaudiram-na vigorosamente.

Havia chegada a altura para que a facção Druídica da PF tomasse a palavra, que não poderia ter sido melhor do que foi por Windsidh, que deu uma extensiva explicação do significado e poder das palavras… nenhum texto foi lido e tudo o que foi dito proveio de um uso espontâneo das palavras. O mesmo será dizer que assistimos ao uso do poder druídico das palavras em toda a sua glória!.

Depois, chegou a vez de Oakmer intervir, e fê-lo introduzindo o conceito do awen. Ele falou sobre os druidas de outras eras e das diferentes perspectivas que consistiam nos alicerces da sua maneira de pensar e da sua forma de ver o universo. A sua oratória terminou com um pedido para um momento conjunto de meditação por todos os largos milhares de árvores carbonizadas durante os catastróficos incêndios florestais que afectaram Portugal de norte a sul no último Verão. Um pesado silêncio preencheu a sala e só foi quebrado pela ovação que se seguiu ao final do discurso de Oakmer.

Após um pequeno intervalo, o momento alto do encontro havia finalmente chegado… a intervenção de Marian Green. A sua maneira de ser e de estar acabou por se revelar uma agradável surpresa especialmente para os não membros da PF, já que alguns confessaram esperar uma “legítima descendente” da Morgana vestida com um fato celta agitando uma varinha ao melhor estilo do Harry Potter. Quando, ao contrário, deram de caras com uma mulher extraordinariamente simples munida de um discurso impressionante sobre a vida e a magia, pode-se dizer que foi praticamente amor à primeira vista. Marian Green falou por mais de uma hora, ao longo da qual muitos foram aqueles que decidiram intervir e colocar as mais diversas questões.

Na nossa sociedade ocidentalizada é extraordinário estar cara a cara com uma pessoa de meia-idade que transmita uma tamanha aura de contentamento e de cumprimento como é o caso de Marian Green. São pessoas como ela que acabam por nos transmitir uma mensagem de esperança para o futuro e que nos fazem ver que a vida não precisa de ser necessariamente uma vida faustosa para ser feliz. Não só nos sentimos todos afortunados por a termos tido connosco, como também sentimos que as nossas vidas estão um tanto ou quanto mais completas de significado.

Após um segundo intervalo, a Sacerdotisa Lilith regressou e dessa vez com a história do Belenos e Belisanna assim como a história das diferentes civilizações que os adoraram e dos seus métodos de adoração. Ela terminou com uma muito poética e quase etérea libação à Senhora Belisana, no meio da qual foi aceso um fogo sagrado, acompanhada pela fantástica voz da Melusine da Lusitânia.

CONF2003_32

O evento chegou ao fim com os acordes de inspiração céltica tocados pelos Dríade, ao som dos quais todos dançaram com puro êxtase e júbilo.

No seu todo, as coisas não poderiam ter corrido melhor, já que todos estavam contentes de terem testemunhado e participado de um tão agradável e bem organizado evento. Todos os membros PF presentes gostaram bastante do encontro e alguns já discutiam propostas para o do próximo ano.

A todos os não membros da PF presentes e a todos os que tiveram a sua primeira aproximação ao Paganismo e ao que ele representa nas suas diversas expressões, só desejamos com todo o coração que tenhamos lançado um raio de esperança ao abrir uma nova porta para reinos mais tolerantes e felizes.

A todos, abençoados sejam!

Bruno
Associado PFI-Portugal

CONF2003_38

NOVEMBRO

Pagan-moot

Um encontro informal entre pagãos num final de tarde de Sábado, promovido pela Federação Pagã em Portugal. Também trouxemos as crianças e o Halloween foi o tema forte das conversas.

 

DEZEMBRO

Tardes Pagãs

Uma Introdução ao Paganismo, Vários temas a apresentados …

Comments

  • whoah this blog is great i love reading your articles. Keep up the good work! You know, a lot of people are searching around for this infmroation, you could aid them greatly.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: