Paganismo Juvenil: Festividades da Luz Crescente

Festa Infantil Pagã
Fevereiro 1998

SAUDAÇÃO Infantil Pagã baseada na TRADIÇÃO CLÁSSICA Cretense. Adaptada por HPs. Lilith para as crianças e jovens Pagãs.
SAUDAÇÃO Infantil Pagã baseada na TRADIÇÃO CLÁSSICA Cretense.
Adaptada por HPs. Lilith para as crianças e jovens Pagãs.

 

Deusas Europa

 

Acendam-se as CANDEIAS À DEUSA ou ás nossas Divindades para darem coragem ao JOVEM SOL, para romper as nuvens e trazer mais calor …

A Deusa é venerada como A Mãe A que nutre e ensina no crescimento e desenvolvimento, a Protectora …

Festival das luzes, luzes da Deusa crescente nos dias a clarear mais cedo, os céus mais estrelados fugazmente e a vida a agitar-se sob numa necessidade de mais luz do calor do sol. O princípio feminino criador acompanhado pelo poder Oculto do Mistério e da Visão para lá dos tempos, nesta época é a Mãe que ensina o trilho do caminho e flui com o seu poder, ela é a luz que alumiara os seus filhos na vida.

Antigamente quando os deuses eram publicamente adorados por todos, os Templos eram alumiados de mil Luzes para iluminar o caminho aos seus Adoradores. As crianças são abençoadas e as ofertas dos Adoradores entregues ao Templo.

No Neo-Paganismo, a celebração das Candelárias é aberta por uma criança que acende uma vela á janela ou pelo elemento mais jovem do grupo, seguindo-se a Celebração familiar.

Hoje, nós Mães pagãs, celebraremos com nossos filhos e Saudaremos a Europa, Deusa protectora dos infantes e jovens.

EM ROMA ANTIGA …
Nestes tempos existia um festival chamado Lupercalias, para proteger os animais dos lobos (lupi) e favorecer a fertilidade dos rebanhos e das mulheres. É a clássica Lupercal ou a festa de Pan. Em tempos mais Antigos era a celebração do restabelecimento da Deusa depois de dar a luz o Deus Sol do novo ano, já que se produz 6 semanas depois do Solstício de Inverno.

Desde as civilizações antigas até aos dias de hoje, houve pessoas que discretamente continuaram a acender as Candeias para as Deusas Antigas…

Aos seguidores dos Antigos, Abençoados sejam,

Isobel Andrade
PFI Portugal

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: