O que é a PFI

A Federação Pagã, oficialmente fundada em 1971, trabalha para tornar o Paganismo acessível às pessoas que genuinamente procuram um encontro espiritual baseado nos Antigos Deuses e na Natureza.

A Pagan Federation tem 26 Coordenadores regionais na Inglaterra que atuam como bases de atividade e apoio da P.F., e como P.F. Internacional está representada com Coordenadores Nacionais em 20 Países. Além dos seus coordenadores nacionais e regionais, a P.F tem Organizadores locais nomeados pelos Coordenadores Nacionais que atuam nas suas comunidades e possam levar a cabo debates, encontros e conferências, ou delegar em seus organizadores. Os Coordenadores mantêm contacto via internet ou pessoalmente com os membros da sua área, se eles assim o desejarem, e estão disponíveis para orientar nas suas dúvidas, quando necessário.

A Pagan Federation conseguiu que o Paganismo fosse reconhecido como uma religião válida pelo Home Office e pela UKŽs Interfaith Network e trabalha para repor a verdade do Paganismo, opondo-se aos retratos difamatórios e incorretos ou resultantes da intolerância religiosa ou de oportunismo pessoal, facultando informações, enviando correções, e quando necessário, apresentando queixas nos tribunais. Em Inglaterra a P.F. tem auxiliado em casos de discriminação religiosa nos empregos.

Os nossos materiais educativos (folhetos e pacotes informativos) encontram-se em várias livrarias académicas e instituições de renome, e ocasionalmente também são enviados a professores e outros profissionais, quando conveniente.

Em todos os seus esforços, a P.F. promove a exatidão factual sobre o Paganismo, a mútua tolerância entre fés, sem contudo se mesclar, e tenta prestar a sua melhor assistência e colaboração a todos aqueles que desejam explorar a espiritualidade Pagã ou procurem simplesmente informações sobre a nossa religião.

Pagan Federation Internacional

A PAGAN FEDERATION é uma organização originalmente fundada em 1971 na Inglaterra, e é a mais antiga, abrangente e mais respeitada organização pagã na Europa. Devido à sua expansão, foi criado em 1997 um departamento overseas por Isobel Andrade de Portugal e Tony Kemp da Grã-Bretanha, e com o tempo a PAGAN FEDERATION INTERNATIONAL cresceu e passou a Organização Europeia em 2002. Atualmente a P.F.I. é administrada por Morgana Sthyove com sede na Holanda, e conta com a filiação de 20 países.

O objetivo é facilitar o contacto entre os membros inscritos, se for essa a sua vontade (expressa por escrito quando da inscrição); promover encontros e debates entre os membros; e o esclarecimento público e defesa dos seus ideais.

Dependendo das Leis vigentes em cada País, assim se atuará em defesa de um Membro, caso aconteça algum problema motivado por adoração, ou no caso de molestamento de outros grupos religiosos, depois de apurados factos de que não ultrapassou riscos desnecessários, imprudência, ou exibição gratuita. Não nos responsabilizamos por atos propositados de provocação, indecoro ou de irresponsabilidade cívica, alheios ao espírito Pagão, nem a problemas jurídicos ou pessoais de um membro, assuntos esses externos à nossa Federação.

O objetivo é a aceitação do movimento como religião livre e também facilitar o contacto entre as pessoas de vários países. A P.F.I. prefere pessoas qualificadas para Coordenadores Nacionais como os representantes oficiais em cada país, os quais trabalham para o reconhecimento do Paganismo como religião.

   Enviar artículo en formato PDF